RoubadosBr.com.br
"Atenção!!! Se você for comprar um produto usado, exija a comprovação da origem do bem. Desconfie de preços muito baixos e histórias comoventes, fique em alerta e na dúvida, não compre."
Rádios Radioamadores Transportadoras Despachantes Seguradoras Rastreadores/Alarmes Lojas de Veículos Blogs e Sites Outros Parceiros
Vagas no Brasil| Vagas para motorista|| Emprego em São Paulo| Jooble| Seu endereço IP é 54.158.248.112

20/10/2015 10:20 hs - PR - Moto roubada é recuperada.


Policiais civis de Cascavel conseguiram prender, na madrugada desta quarta-feira (27), quatro suspeitos do latrocínio (roubo com morte) do mototaxista Wesley da Silva Goulart, ocorrido em 8 de fevereiro, em Cascavel, região Oeste do Estado. Júlio de Jesus, 18 anos, Alisson Moisés Mazurek, da mesma idade, e Tiago da Silva Barbosa, 19, foram presos na suas residências, no bairro Parque São Paulo, naquela cidade. Paulo Chagas, 19, havia sido preso em Quedas do Iguaçu por porte ilegal de arma.

De acordo com o delegado-chefe 15.ª Subdivisão Policial, Amadeu Trevisan Araújo, o Grupo de Diligências Especiais (GDE) foi acionado para apurar o caso. “As informações levantadas davam conta que Alisson estudou com a vítima, quando ambos eram adolescentes e sempre brigavam. Foi ele que informou que Wesley tinha uma moto nova”, afirmou Araújo.

Segundo a polícia, Paulo atirou contra o mototaxista e Júlio e Alisson foram os responsáveis por vender a moto no Paraguai. “Júlio tinha uma sua própria moto. Tiago pilotou a moto de Júlio para dar apoio na viagem até o Paraguai e também para cometer o latrocínio”, informou o delegado. Ele contou ainda, que Paulo viria de Quedas do Iguaçu alguns dias da semana para Cascavel, para cometer furtos e vender os produtos em sua cidade.

Araújo informou que os mandados de prisão preventiva foram emitidos. Nenhum dos acusados tinha passagens pela polícia. Eles serão indiciados por latrocínio, porte ilegal de armas e formação de quadrilha. “A polícia vai investigar a participação da quadrilha em outros crimes cometidos em Cascavel”, completou o delegado.

CRIME – Em de fevereiro, o mototaxista Wesley da Silva Goulart foi atender ao chamado para uma corrida. Os quatro suspeitos abordaram a vítima, roubaram a sua moto e, em seguida, o mataram com diversos disparos de arma de fogo. O corpo foi encontrado cinco dias depois em uma lavoura de soja, próxima a uma estrada rural, nas proximidades do Aeroporto de Cascavel.

 
 
Copyright 2007 © RoubadosBr.com.br - Todos os direitos reservados